Conheça as principais fontes de proteínas de um vegano

vegano
Foto: nden.com.ar

Os veganos são pessoas que adotaram um estilo de vida que busca excluir todos os alimentos (carnes, laticínios, ovos e mel) e itens de vestuário (lãs, seda, roupas de couro) de origem animal, além de cosméticos que sejam testados em animais. É uma prática que ganha cada vez mais adeptos, tanto no Brasil quanto no resto do mundo.

No entanto, apesar dessa movimentação, muitos ainda acreditam que deixar de consumir alimentos de origem animal pode fazer mal à saúde, pois os mesmos seriam os únicos que oferecem os nutrientes mais importantes para nosso organismo, como as proteínas, mas isso nãé verdade. As proteínas são formadas por aminoácidos e, ao serem consumidas, são desintegradas pela ação digestiva e absorvidas pelo nosso organismo. Dos 200 aminoácidos existentes, apenas nove o corpo humano nãé capaz de produzir, estes são chamados de aminoácidos essenciais, e estão presentes em vários alimentos vegetais, excluindo a necessidade da carne, explica Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis.

 E quais seriam as fontes de proteína para uma pessoa que não consume nada de origem animal? Pensando na questão, a especialista listou as principais. Confira:

Cogumelos

Os cogumelos são ricos em proteínas e consistem em uma ótima opção para substituir a carne, além de possuírem nutrientes que estimulam o desenvolvimento do sistema imunológico. Com 100 gramas de cogumelos prontos já conseguimos substituir as proteínas existentes em 100 gramas de carne vermelha. Mas vale lembrar que o ideal é que ele seja cozido ou assado com verduras e legumes, e não com molhos calóricos, recomenda a nutricionista.

 Feijão

O feijãé rico em carboidratos complexos e possui também vitaminas, ferro e antioxidantes em abundância. “Além disso, meia xícara de feijão possui a mesma quantidade de proteínas que 30 gramas de carne. O alimento ainda auxilia no controle dos níveis de colesterol e triglicerídeos”, afirma a nutricionista.

 Grãos integrais

A consultora da Superbom conta que incluir diversos tipos de grãos no cardápio é muito importante, pois eles também são ricos em proteínas. O combo arroz integral e feijão, por exemplo, constitui uma ótima fonte, enquanto o arroz branco é muito pobre nesse nutriente. A quinoa também ganha destaque por seu alto valor nutritivo. Para variar e colorir o prato, escolha outras leguminosas como lentilhas, ervilhas e grão de bico, que também oferecem fibras e ajudam a manter a sensação de saciedade e as associe com outras opções de cereais como trigo, cevada, amaranto, etc. Um prato com os grãos citados oferece proteína de boa qualidade, incluindo os aminoácidos essenciais, ressalta.

 Soja

Segundo a especialista, a soja, é uma excelente substituta da carne animal. Entre as vantagens da carne de soja, estão seu baixo teor de gordura, ausência de colesterol, alto teor de fibras e elevado conteúdo proteico. Cerca de 100 g do grão contém 36,5 g de proteína, enquanto que na mesma porção de contrafilé há apenas 19 g de proteína”, compara.

 Vegetais

Por fim, Cyntia indica que os vegetais são ricos em água e fibras e contribuem para que a proteína presente em outros alimentos seja melhor absorvida. Eles irão oferecer nutrientes necessários para as futuras substituições, além de serem pouco calóricas. Brócolis, aspargos e vagem possuem uma boa quantidade de proteína, que irá contribuir com a necessidade diária desse nutriente, comenta a especialista.

 SUGESTÃO DE PRODUTOS:

 PRODUTOS PRÉ-COZIDOS

vegano

Os produtos pré-cozidos Superbom não possuem gordura e estão disponíveis nas versões Salsicha Vegetal”, “Carne Vegetal, e “Bife Vegetal”. Todos produzidos à base de soja e trigo, aliados a especiarias exclusivas. As carnes vegetais são de fácil preparo e não apresentam em sua composição colesterol, gorduras trans, aditivos químicos e corantes artificiais.

 PRODUTOS PRONTOS

Os pratos prontos Superbom seguem a mesma linha de propriedades das proteínas pré-cozidas, sendo que o maior diferencial é que estas opções já estão prontas para consumo, só precisa aquecer. A formulação dos produtos inclui o óleo de canola (riquíssimo em ômega-3), ácido alfalinolênico e ácido linoléico. Estão disponíveis nas versões Jardineira Vegetariana”, “Cubinhos ao Molho Mexicano” e “Escalope ao Molho Caseiro”, além ainda da linha de Medalhão Vegetariano ao Molho Madeira”, “Almôndegas Vegetarianas ao Sugo”, “Molho Bolonhesa Vegetariano”, “Vegan Meat Desfiado ao Molho de Tomate“, “Hambúrguer Vegano sabor churrasco” e “Salsicha Defumada Vegana”.

Nutricionista da ‘Superbom’ conta quais são os alimentos aliados da longevidade

Sobre a Superbom

A Superbom é uma empresa alimentícia, que trabalha com uma linha de produtos saudáveis, que abrange sucos, geleias, salsichas, proteínas, pratos prontos, entre outros. Fundada em 1925, a Superbom comercializa os seus produtos em mais de 25 mil pontos de vendas em todo país. Em função disso, é considerada uma das principais empresas do ramo de alimentos para veganos e vegetarianos do Brasil. A empresa iniciou as suas atividades com a produção de suco de uva, no interior de uma antiga casa pertencente ao Colégio Adventista Brasileiro (CAB), que posteriormente ficou conhecido como Instituto Adventista de Ensino e, hoje, abriga o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp-SP). Durante toda a sua história, a empresa atua diretamente ligada à Igreja Adventista do Sétimo Dia. Atualmente, a companhia conta com 250 colaboradores, entre a sede e as duas plantas da indústria (localizadas em São Paulo, capital, e em Lebon Régis, Santa Catarina).

www.superbom.com.br

Sobre Redação 352 Artigos
E-MAIL: contato@olaitapetininga.com.br

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta