Durante a gravidez é preciso ter atenção redobrada com a higiene dental, alerta dentista

gravidez higiene bucal
Foto: Mamãe Online

É do conhecimento geral que, durante a gravidez, ocorrem alterações hormonais na mulher que provocam mudanças físicas e emocionais. O que muita gente não sabe é que essa alteração também interfere na saúde bucal. O aumento da produção de alguns hormônios, por exemplo, pode facilitar a inflamação da gengiva, principalmente quando já existe uma tendência a ter o problema. Sangramentos e infecções também costumam acometer a gengiva da gestante pela mesma razão.

“Normalmente, a mulher fica focada apenas nas questões que dizem respeito à gravidez, preocupando-se menos com os cuidados diários da saúde bucal. Apesar disso, o ideal é que o acompanhamento com um odontologista seja iniciado quando a gravidez ainda está em fase de planejamento, mas, se durante esse período for necessário ir ao dentista, não há problema”, afirma Rosane Menezes Fariadentista da Odonto Empresas, do grupo Caixa Seguradora.

“Ainda vale destacar que é muito comum que as mulheres sofram com náuseas e vômitos , fato que causa desconforto no momento da escovação. Então, para controlar essa acidez presente na boca, a orientação é que as gestantes façam bochechos com água ou tomem um copo com o líquido antes de escovar os dentes”. Ela ainda ressalta que no processo de higienização deve estar incluso o uso diário do fio dental e a realização do bochecho com solução fluoretada.

Inflamação da gengiva e anestesia
De acordo com a dentista, para evitar a inflamação gengival, o que é comum na gravidez, é preciso que a mulher se atente a eventuais sangramentos no local. “Caso aconteçam com certa frequência, é necessário ir ao dentista o quanto antes para que o problema seja tratado e maiores complicações evitadas”.  Já sobre a anestesia, tópico que gera muitas dúvidas, existem tipos especiais para as gestantes

Outros procedimentos
Com relação a radiografia, a especialista informa que no primeiro e terceiro trimestre de gravidez, deve ser evitada. No entanto, se houver indicação estrita, como no caso de dor, pode ser realizado com as devidas proteções, como o avental de chumbo. Com relação a restaurações, elas podem ser realizadas, e caso seja necessário o uso de anestesia, deve ser considerado os cuidados descritos anteriormente.
“O clareamento também não possui contraindicação, mas o ideal é aguardar o nascimento do bebê, principalmente por se tratar de um tratamento estético e, portanto, eletivo. Por fim, sobre o creme dental, o ideal é optar pelos que possuem sabores mais suaves para evitar enjoos”, finaliza.

Sobre a Odonto Empresas
A Odonto Empresas, do grupo Caixa Seguradora, é uma das maiores operadoras de planos odontológicos do Brasil. Com mais de 20 anos de experiência no segmento, a empresa oferece diversas opções de planos individuais e corporativos. Atualmente conta com 550 mil beneficiários, 7.500 pontos de atendimento e mais de 25 mil opções de atendimento em todo o Brasil. A empresa faz parte da Caixa Seguradora, uma união bem sucedida entre duas instituições: a CNP Assurances, líder do mercado francês em seguros de pessoas, e a Caixa Econômica Federal.
www.odontoempresas.com.br

About Redação 317 Articles
E-MAIL: contato@olaitapetininga.com.br

1 Trackback / Pingback

  1. Nem sempre boca seca é sinal de sede | Itapetininga Notícias

Deixe uma resposta