Ginecologistas e obstetras de Sorocaba preocupados com a hipertensão

A Regional Sorocaba da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) promove, em 26 de maio, o Programa de Educação Presencial (PEP) em hipertensão. A ser realizado no Novotel, o curso tem como foco central a redução da mortalidade materna no estado, uma vez que as síndromes hipertensivas formam uma das principais responsáveis da problemática.

                Com nove aulas, de 20 minutos cada, intercaladas com discussões, o PEP contará com aulas ministradas pelos mais renomados nomes da área. Entre eles, o presidente da Comissão Nacional em Hipertensão na Gestação da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), prof. dr. Ricardo Cavalli, dr. Henri Korkes, obstetra e ginecologista e membro da Sociedade Internacional para Estudo da Hipertensão na Gravidez, dra. Maria Rita Mesquita, obstetra especialista em gestações de alto riso, dr. Fernando Spadotto, médico assistente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, dr. José Peraçoli, professor titular em Obstetrícia na Faculdade de Medicina de Botucatu – UNESP, e dr. Francisco Lazaro, consultor em saúde materno-fetal e professor adjunto da Faculdade de Ciências Médicas de Santos.

                Para Henri Korkes, que também é presidente da SOGESP Regional Sorocaba, o Programa é imperdível para os médicos GO’s da cidade: “Lá, serão atualizadas as formas de diagnóstico bem como prevenção e tratamento das diversas formas de síndromes hipertensivas. Estamos trabalhando assiduamente para que seja um evento lotado de colegas interessados e com professores completamente estimulados para intensificar o aprendizado”.

                Destinado aos médicos e residentes associados à SOGESP, ainda há vagas para participar do PEP Hipertensão. Aos interessados, a inscrição deve ser feita diretamente com a secretaria da Regional, através do telefone ou e-mail.

Comente