Plataforma ajuda cidadão a resolver problemas em cartórios

Tomaz Chaves, é um grande defensor do uso de correspondentes para a realização de audiências
Tomaz Chaves é um grande defensor do uso de correspondentes para a realização de audiências

Muitos escritórios costumam lidar com uma série de casos jurídicos simultaneamente. É comum que eles acabem se sobrepondo, gerando uma série de compromissos, como audiências que sobrecarregam a banca, prejudicando a qualidade e a eficiência dos serviços prestados. Assim, o que fazer?

Uma solução simples é a contratação de advogados correspondentes para realizar as audiências no lugar dos profissionais do escritório. Por meio desta modalidade, um advogado contrata um colega para atuar em seu nome, passando-lhe todas as informações necessárias. Assim, o escritório terá mais tempo para focar-se em tarefas mais estratégicas, podendo entregar resultados ao cliente com uma maior rapidez.

A advocacia correspondente é particularmente útil para casos em que a audiência é marcada para comarcas distantes da sede do escritório. Assim, ao invés de enviar os advogados do escritório para lá, é mais rápido e econômico contratar um advogado local e lhe pedir para realizar a audiência.

O fundador e CEO do Juris Correspondente (www.juriscorrespondente.com.br), Tomaz Chaves, é um grande defensor do uso de correspondentes para a realização de audiências. “A advocacia correspondente traz benefícios a todos os envolvidos: o escritório ganhará em economia e verá seus casos resolvidos com mais rapidez, e o contratado ganhará seus honorários e ainda terá a chance de realizar seu networking com os escritórios”.

Desde o ano passado, o Juris tem procurado novas formas de também trazer uma maior qualificação para os correspondentes cadastrados no site. Assim, a plataforma lançou no ano passado o projeto Juris Mentoring, no qual influenciadores digitais jurídicos gravam séries em vídeo que são postadas nas redes sociais da empresa. Entre os mentores, estão o juiz de Direito José de Andrade, que também é o responsável pelo projeto Audiências Online, que visa tirar as dúvidas mais comuns dos advogados ao realizar audiências.

“Nós temos procurado fazer um trabalho bastante amplo também para qualificar os advogados cadastrados em nossa plataforma”, diz Chaves. “Assim, quem contratar um correspondente por meio do Juris poderá ter seu serviço feito com muito mais qualidade e eficiência”.

Fundado em 2012, o Juris Correspondente é uma das principais plataformas do tipo na internet. Com quase 80 mil advogados cadastrados em 5600 cidades brasileiras, o site é uma das principais referências em advocacia correspondente de toda a internet. Para buscar um correspondente no Juris, basta acessar: www.juriscorrespondente.com.br/busca-de-advogado-correspondente

Sobre Redação 341 Artigos
E-MAIL: contato@olaitapetininga.com.br

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta