Setor varejista lamenta a tragédia de Brumadinho e impacto no comércio local

brumadinho
Foto: Jornal O Globo

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), principal entidade do setor varejista, vem a público manifestar solidariedade e apoio a toda população de Brumadinho, em especial aos familiares de vítimas do acidente provocado pelo rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, ocorrido na última sexta-feira, dia 25 de janeiro.

Até o momento, o resultado é catastrófico e representa a maior tragédia dos últimos 18 anos em Minas Gerais. A perda humana é irreparável e os reflexos na economia preveem muitas dificuldades na recuperação das atividades da região. Os impactos ainda estão sendo contabilizados, mas em quatro dias de paralisação é possível sentir o luto nas ruas, nas lojas fechadas e a solidariedade nos pontos de arrecadação de mantimentos.

Ao manifestar o nosso pesar, reiteramos a urgência em apurar as responsabilidades, punir os culpados e esclarecer melhor as medidas de regulamentação das 790 barragens de contenção de rejeitos de mineração existentes no Brasil, de acordo com dados da Agência Nacional de Águas (ANA), a fim de proteger os trabalhadores e a população. O comércio será fundamental para a recuperação de Brumadinho e nos colocamos ao lado de toda população neste momento de dor.

Acreditamos na coragem e capacidade dos nossos irmãos mineiros para superar mais esse triste episódio e expressamos nossa fé nos esforços de resgates, na solidariedade do povo brasileiro e na firmeza dos nossos governantes em minimizar a tristeza que hoje abala toda a nação. Juntos podemos mais.

José César da Costa
Presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL)

Inhotim é tema de série documental que irá ao ar no Canal Curta!

Sobre Redação - contato@olaitapetininga.com.br 428 Artigos
E-MAIL: contato@olaitapetininga.com.br

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta