Sorocaba recebe temporada de espetáculo teatral poético AMORte

sorocaba teatro AMORte expõe relações humanas complexas que começam com amor, mas que por diferentes razões acabam em morte.
AMORte expõe relações humanas complexas que começam com amor, mas que por diferentes razões acabam em morte. Foto: reprodução

De 13 de outubro a 04 de novembro, Sorocaba recebe uma temporada do espetáculo AMORte, do Eu-Outro Núcleo de Pesquisa Cênica. As apresentações acontecem aos sábados, às 20h e aos domingos, às 19h, na Trupé. Os ingressos custam R$ 15,00 e podem ser adquiridos no local, uma hora antes do evento.

AMORte expõe relações humanas complexas que começam com amor, mas que por diferentes razões acabam em morte. As curtas histórias do espetáculo deslizam poeticamente pelos espaços mais íntimos do amor e descobrem neles a presença da loucura do ponto de vista da nossa sociedade atual. O espetáculo mergulha o espectador na polivalência afetiva das relações humanas e o faz problematizar algumas situações cotidianas entre pais, filhos, casais, animais e seus donos.

Sobre EUOUTRO

O Eu-Outro Núcleo de Pesquisa Cênica constitui-se como uma ação de extensão do CONAC, em desenvolvimento no Estado de São Paulo. É um centro de pesquisa sócio-artístico-cultural, que centra suas pesquisas na linguagem cênica após o que se reconhece como iluminura. Trata-se de um desdobramento das pesquisas que são realizadas no CONAC (Palmas-TO) e compõe um repertório artístico (criação de espetáculos em Composição Poética Cênica) de artistas com diferentes formações acadêmicas e técnicas residentes no Estado de São Paulo, mas que desenvolvem pesquisas cênicas em tempo contínuo sob a supervisão do coordenador do CONAC, Juliano Casimiro.

Tanto na prática sócio-pedagógica, quanto na prática artística, nosso trabalho pretende o desenvolvimento humano. É na escuta das subjetividades e na compreensão e incentivo à relação sujeito-sujeito-contexto que embasamos nossas propostas artístico-pedagógicas. Cada sujeito é (co)responsável pela construção de um espaço intersubjetivo sob o qual atua; no suporte à construção de espaços intersubjetivos férteis ao desenvolvimento humano é que vemos possibilidades reais de atuação a partir do campo artístico. Ou seja, não há atores e não pretendemos formá-los, há seres humanos agindo sobre o mundo e sendo agidos por ele; seres humanos que em algum momento podem ESTAR como profissionais da cena. Nossas conduções de vivências artístico-pedagógicas, ao propor caminhos de experimentação prática, (auto)reflexiva e compartilhada (coletiva), por meio de experiências, registros e análises desses, centra-se na possibilidade de se pensar o homem como um ser que precisa se posicionar intencionalmente frente ao seu campo de ação, desde a perspectiva da prática, até a dimensão reflexiva desse campo aciona.

 SERVIÇO:

Encenação: Juliano Casimiro
Elenco: Elton Pinheiro, Janaina Sizinio, Jeziel Santana e Welinton Machado
Datas: 13, 14, 20, 21, 27 e 28 de outubro e 03 e 04 de novembro
Horários: Sábados 20h / Domingos 19h
Preço único: R$ 15,00
Local: Trupé – Rua Dr. Nogueira Martins, 457 – Sorocaba – SP

Sobre Redação 348 Artigos
E-MAIL: contato@olaitapetininga.com.br

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta