A importância do sono para a saúde

sono

*Renata Federighi

Dormir bem é essencial não apenas para ficar acordado e bem disposto no dia seguinte, mas para manter-se saudável, melhorar a qualidade de vida e até aumentar a longevidade. Estudos comprovam que noites de sono irregulares podem causar malefícios a longo prazo, como a perda do vigor físico, o envelhecimento precoce, além de aumentar a propensão a infecções, obesidade, hipertensão e ao diabetes.

O sono é uma função imprescindível para manutenção da saúde do corpo e da mente. Durante o descanso noturno, nosso organismo realiza funções extremamente importantes, dentre elas, a regeneração celular, a produção de alguns hormônios, o fortalecimento do sistema imunológico e a consolidação da memória e do aprendizado. Quando adormecemos, os batimentos cardíacos também ficam mais lentos e os vasos relaxam, melhorando todo o nosso fluxo sanguíneo.

Um sono de qualidade é divido em fases, necessárias para que o corpo e a mente recuperem as energias do dia anterior. Para isso, o ideal é que o sono passe por todas as etapas completamente, desde a mais leve até as mais profundas, que são indispensáveis para o equilíbrio do organismo e da saúde.

Alterações comportamentais simples podem auxiliar na busca pelo sono perfeito. Escolher o travesseiro ideal, manter o colchão bem cuidado e até mesmo regular a temperatura do ambiente, contribuem para um sono renovador e de qualidade. Se atentar à postura também ajuda na hora do descanso. A mais indicada por especialistas é a lateral, utilizando dois travesseiros, sendo um para a cabeça de forma a preencher completamente o espaço compreendido entre ela e o colchão, formando um ângulo de 90 graus no pescoço, e outro entre os joelhos, de forma a mantê-los semiflexionados e afastados. Essa posição alinha a coluna com o tronco, facilitando a circulação sanguínea e evitando dores musculares.

*Renata Federighi é Consultora do Sono da Duoflex

About Redação 303 Articles
E-MAIL: contato@olaitapetininga.com.br

1 Trackback / Pingback

  1. Bruxismo está relacionado aos distúrbios do sono | Itapetininga Notícias

Deixe uma resposta