É cada vez maior a tendência de incluir pets nos casamentos

pets

Seu cachorrinho faz parte da sua família e não pode ficar de fora da festa do seu casamento? Muitos casais fazem questão de que o peludo faça parte da cerimônia ou da festa, nem que seja apenas por alguns minutos. Afinal, se todas as pessoas especiais para o casal estarão por lá, por que não o seu cachorro?

“É importante tomar essa decisão com bastante antecedência para que possa preparar o bichinho. Lembre-se de que por mais divertido que ele possa ser para você, ele pode não reagir bem ao barulho da música e àquele monte de gente olhando para ele”, explica Márcio Acorci, CEO da plataforma Wedy.

Segundo Márcio, decidir como o animal irá participar é importante para que o dono possa preparar o cão. Algumas pessoas treinam o cachorro para que ele carregue as alianças, outras preferem que ele fique apenas para as fotos do casal. Ainda, há quem goste de ter o cachorrinho junto apenas na hora de receber os comprimentos dos convidados.

Independente de como for a participação do bichano, a preparação é importante. Se a ideia é tê-lo dentro da igreja, é necessário saber se ela aceita que os cães participem e de que maneira. Veja os detalhes antes de começar a preparar o bichinho.

É preciso organizar tudo antecipadamente para que isso aconteça da melhor maneira possível, sem imprevistos e incômodos para os convidados e também para o seu pet. Entre a lista de cuidados estão: quem irá ficar com o cão e cuidar de suas necessidades de alimentação, água e fisiológicas?

Não se esqueça de que ele precisa estar limpinho e cheiroso para essa participação incrível. Mas, caso queira uma maneira mais simples para demostrar todo o amor pelo filho peludo, pode incluí-lo no topo do bolo junto com os noivos.

www.wedy.com

Sobre Redação 331 Articles
E-MAIL: contato@olaitapetininga.com.br

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Presidente da Petz ganha prêmio empresário do ano 2018 da Alshop | Itapetininga Notícias
  2. Saiba como cuidar da saúde bucal de seu pet | Itapetininga Notícias
  3. Leishmaniose visceral: prevenção é essencial para evitar aumento de casos da doença | Itapetininga Notícias

Deixe uma resposta