Dois curtas produzidos por alunos da rede pública serão exibidos no Festival Curta Kinoforum

A Associação Cultural Kinoforum, realizadora do festival, em parceria com a ONG Visão Mundial, – promoveram oficinas infanto-juvenis de audiovisual para alunos da rede pública da cidade e ensinaram jovens carentes de São Paulo a manejar equipamento de vídeo

Em seu 30º ano, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, organizado pela Associação Cultural Kinoforum, exibe nesta edição 324 filmes, até 1º de setembro. Gratuitas, as sessões acontecem na Cinemateca, Cinesesc, MIS, Espaço Itaú de Cinema – Augusta, CCSP, Cinusp, Spcine Olido e em unidades do CEU. A programação reúne títulos originários de 53 países

Christian Saghaard, cineasta e produtor, dá a primeira aula da oficina aos alunos da escola Dr. Alarico Silveira, no Centro de São Paulo.
Christian Saghaard, cineasta e produtor, dá a primeira aula da oficina aos alunos da escola Dr. Alarico Silveira, no Centro de São Paulo.

E a novidade fica por conta dos alunos do 9º fundamental II e 1º EM, de 14 e 15 anos, da escola pública E.E. Dr. Alarico Silveira, que vão ter uma oportunidade única. A Associação Cultural Kinoforum, entidade sem fins lucrativos que realiza atividades e projetos e apoia o desenvolvimento da linguagem e da produção cinematográfica, em parceria com a ONG Visão Mundial promoveram um “intercambio” e deram aos jovens a experiência de “rodar” duas produções cinematográficas dentro da escola. A ação, chamada Oficinas Kinoforum – O Cinema dos Meus Sonhos, entra na programação do Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo e os dois curtas feitos por esses alunos serão exibidos durante o festival.

Primeiro dia de curso e o primeiro contato dos alunos com a câmera
Primeiro dia de curso e o primeiro contato dos alunos com a câmera
Primeiro dia de curso e o primeiro contato dos alunos com a câmera
Primeiro dia de curso e o primeiro contato dos alunos com a câmera

Os participantes elaboraram, dirigiram, produziram, fotografaram e editaram curtas metragens a partir de suas próprias ideias e acessar novas formas de compreensão da realidade, de expressão e de interação com suas comunidades e com o espaço público. A ideia foi despertar interesse e proporcionar o acesso à criação cultural, promovendo a realização de vídeos, assim como a veiculação gratuita dessa produção. Todos os alunos receberam um certificado de participação.

O objetivo das oficinas foi proporcionar um espaço de criação e aprendizado durante os quatro dias. Nesse período, os estudantes participaram de uma imersão no mundo do audiovisual e produziram seus próprios curtas metragens. Os processos foram: imersão em linguagem cinematográfica e história do cinema; roteirização; gravação; e edição. Na terça-feira a aula será sobre história do cinema, introdução à linguagem audiovisual. Os alunos também aprenderam a mexer no equipamento de vídeo e áudio. Ao fim dos quatro dias, dois filmes de 5 minutos, com qualidade de cinema, foram produzidos e finalizados pelos próprios participantes – com o auxílio de educadores e profissionais da área.

Os filmes entraram para o programa oficial do festival e serão exibidos em três sessões: no dia 27/08, com a presença dos alunos, às 15h no Centro Cultural São Paulo. As crianças irão contar como foram as oficinas, o que fizeram e aprenderam, e contar um pouco da experiencia que tiveram; e mais duas exibições, uma no dia 28/8, às 15h, no Cine Olido, e 29/8, também às 15h, no Centro Cultural São Paulo.

O Festival Internacional de Curtas metragens de São Paulo (Curta Kinoforum) está na sua 30ª edição e acontece entre os dias 22 de agosto e 01 de setembro de 2019. É dirigido por Zita Carvalhosa e organizado pela Associação Cultural Kinoforum.

A ONG Visão Mundial já realiza atividades na E.E. Dr. Alarico Silveira, com o projeto Conexão Escola e MJPOP SKOLA. Esta parceria faz parte de um dos objetivos do Conexão Escola, promover um espaço seguro e incentivar a participação estudantil no ambiente escolar.

SERVIÇO
PROJETO – OFICINAS KINOFORUM

Atividades com os alunos:
E.E. Dr. Alarico Silveira – Rua Conselheiro Brotero, 100, Barra Funda
6 de agosto a 9 de agosto, das 13h30 às 18h;

Exibição dos curtas:
27 de agosto, no Centro Cultural São Paulo, das 15h às 17h – com a presença dos alunos;
28 de agosto, Galeria Olido, das 15h às 17h;
29 de agosto, Centro Cultural São Paulo, das 15h às 17h;

Sobre a Visão Mundial

A Visão Mundial Brasil integra a parceria World Vision International, que está presente em cerca de 100 países. No País, a Visão Mundial atua desde 1975, beneficiando 2,7 milhões de pessoas com projetos nas áreas de educação, saúde/proteção da infância, desenvolvimento econômico e promoção da cidadania. Seus projetos e programas têm como prioridade as crianças e adolescentes que vivem em comunidades empobrecidas e em situação de vulnerabilidade. Nesses 44 anos de atuação no Brasil, a Visão Mundial se consolida como uma organização comprometida com a superação da pobreza e da exclusão social. Para saber mais: visaomundial.org

Sobre a Associação Cultural Kinoforum

Criada em 1995, a Associação Cultural Kinoforum, entidade sem fins lucrativos, realiza atividades e projetos e apoia o desenvolvimento da linguagem e da produção cinematográfica com destaque para a promoção do audiovisual brasileiro. Em intercâmbio com associações e eventos nacionais e internacionais, promove a divulgação do audiovisual brasileiro e latino-americano. É responsável também por diversas atividades como o Curta Kinoforum – Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, as Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual, o Guia de Festivais Audiovisuais, site kinooikos.com e Crítica Curta. Para saber mais, acesse o site kinoforum.org

Comente