Fiesp lança protocolo de retomada das atividades após quarentena

Guia orienta segmentos da sociedade a se estruturarem para que reinício das atividades ocorra de forma segura, preservando a saúde da população

Como contribuição para o Brasil planejar a reabertura gradual após o isolamento, tendo como primeiro objetivo a preservação da saúde da população, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) lançou, no dia 18 de abril, o Plano de Retomada da Atividade Econômica Após Quarentena.

Trata-se de um amplo trabalho que apresenta a experiência internacional e detalha protocolos de prevenção da COVID-19 e cuidados com a saúde em domicílios, transportes público e privado, comércios de rua, shopping centers, fábricas, escritórios, escolas e creches.

Fiesp lança protocolo de retomada das atividades após quarentena
Erly Domingues de Syllos – diretor titular do Ciesp Sorocaba

De acordo com o diretor titular do Ciesp Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, neste momento de calamidade pública o Centro e a Federação das Indústrias tem como diretriz pensar na sociedade como um todo e dá sua contribuição para a retomada das atividades econômicas. “Este documento é também um guia de orientação para as prefeituras, pois cada uma, a sua maneira vai ter uma abertura gradual e lenta e muitas delas não têm ainda protocolos claros de como agir. Este documento, que tem mais de 70 páginas, é um resumo das melhores práticas adotadas internacionalmente, com orientações inclusive da Organização Mundial da Saúde, detalhando protocolos de prevenção da Covid-19, cuidados com a saúde em domicílios, transporte público, comércio, shopping centers, indústrias, escritórios, escolas, entre outros”, explica.

Syllos destaca também que este documento será entregue para todas as prefeituras que fazem parte da regional Sorocaba do Ciesp. “Nossa regional compreende 48 municípios e vamos disponibilizar este documento para todas as prefeituras. Em Sorocaba, vou entregar pessoalmente à prefeita Jaqueline Coutinho”, completa.

O diretor titular do Ciesp Sorocaba ressalta que alguns países da Europa que já passaram pela fase mais aguda da crise estão voltando suas atividades. “Eles estão adotando um modelo chamado de 4 Ds: Distanciamento físico de 1 metro; Dispositivos, que é uso de máscaras e outros equipamentos de proteção individual (EPIs); Digitalização, que possibilita o sistema de home office e Diagnóstico, que é a medição de temperatura para ver se a pessoa está contaminada e se ela estiver isolar para que ela possa receber o tratamento adequado”, observa Syllos.

O presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, ressalta que este trabalho foi realizado em respeito à saúde dos cidadãos e busca alternativas de retomada das atividades. “São as autoridades competentes que decidem sobre o momento da reabertura. O que estamos falando é que quando voltarmos temos que voltar com cuidado”, afirma Skaf.

Para Skaf, o protocolo é um guia que tem como objetivo de ajudar governos e todos os segmentos da sociedade a se estruturarem para o reinício das atividades de forma segura. O documento será entregue agora ao ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, que preside o comitê de crise criado pelo governo federal contra o coronavírus, bem como para os governos estaduais e municipais de todo o Brasil.

A produção do protocolo foi coordenada pela Fiesp e contou com a contribuição de alguns dos cerca de 40 membros do Conselho Superior Diálogos pelo Brasil da Fiesp.

Baixe o Plano de Retomada da Atividade Econômica Após Quarentena em:

http://coronavirus.fiesp.com.br/blog/fiesp-lanca-protocolo-de-retomada-das-atividades-apos-quarentena

Sobre o CIESP

O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) é uma entidade civil sem fins lucrativos que reúne indústrias e empresas parceiras contribuintes que atendem o segmento industrial. Com cerca de 10 mil empresas associadas e uma sede central na Avenida Paulista, na capital do Estado, a entidade possui 42 Diretorias Regionais, formando uma sólida estrutura a serviço dos interesses do setor.

A Regional Sorocaba, que em 2020 comemora 70 anos, foi fundada por um grupo de industriais com o objetivo de trabalhar pelo fortalecimento da indústria regional. Tornou-se um agente de articulação política, contribuindo para a atração de novos investimentos para a região, além de prestar serviços, fomentar a geração de negócios e desenvolver estudos e pesquisas.

A entidade oferece assessoria nas áreas jurídico-consultiva e técnica, econômica, de comércio exterior, infraestrutura, tecnologia industrial, responsabilidade social, desenvolvimento sustentável (meio ambiente), salas de crédito, rodadas e eventos de negócios, além de diversos convênios e um posto de atendimento do BNDES, realizando também a emissão de Certificado de Origem e Certificação Digital.

A área de atuação da Regional Sorocaba envolve 48 municípios e está dividida em cinco sub-regionais: Apiaí, Itapetininga, Itapeva, Piedade e Tatuí. A sede do CIESP fica na Avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, 3260, Alto da Boa Vista. Outras informações pelo telefone (15) 4009-2900 ou pelo site www.ciespsorocaba.com.br.

Comente