Senac Itapetininga desenvolve software para bibliotecas

A Biblioteca Municipal “Dr. Júlio Prestes de Albuquerque” serviu de laboratório aos alunos do curso Técnico em Informática, do Senac Itapetininga, para a produção de um software de gerenciamento de acervo. Com ajuda da bibliotecária Talita Floriano Campos, os estudantes conheceram todos os processos internos da biblioteca, desde o cadastro de usuários até a devolução dos livros, passando pela catalogação das obras e aplicação de multas por atraso.

A atividade desenvolvida na biblioteca de Itapetininga simula as dificuldades que os alunos enfrentarão no mercado. É gratificante ver o interesse deles aos detalhes do fluxo da biblioteca, a vontade de fazer dar certo, e toda essa dedicação para que a biblioteca possa ter um atendimento mais ágil e assertivo”, observa o docente Leandro Cesari Maschietto, que acompanhou atentamente todo o processo de produção do software.

Segundo ele, alguns alunos relataram nunca terem ido à biblioteca. “Foi um prazer poder proporcionar a eles essa oportunidade”. Além da
Biblioteca Municipal, os alunos visitaram também a biblioteca do Senac Itapetininga com a finalidade de coletar dados. Após a análise e o levantamento dos requisitos, os alunos fizeram a modelagem dos dados e desenvolveram o software na linguagem de programação C#. A montagem do projeto seguiu a metodologia Scrum, uma das mais indicadas para desenvolvimento de programas voltados à gestão e ao planejamento.

Assim que o trabalho foi concluído e o software passou a rodar sem nenhum problema, Leandro colocou uma demonstração do programa em um canal do YouTube e a postagem despertou a atenção de muitas pessoas, que solicitaram a disponibilização do código fonte para o uso gratuito da ferramenta recém-criada.

De acordo com o docente, o software possibilita uma organização melhor das informações e segurança no armazenamento dos dados, além de oferecer uma agilidade maior na prestação do serviço. “O sistema é capaz de mostrar todos os livros que fazem parte do acervo da biblioteca, facilitando assim a consulta. Ele indica também onde está o livro, em qual estante ou se está emprestado. Informa ainda quem o retirou e quando será feita a devolução. No caso de atraso na devolução, o próprio sistema calcula o valor
da multa”, explica Leandro.

A conclusão do software, segundo o docente, atende ao objetivo do projeto, que era estimular os alunos a criarem um programa real, passando por todas as etapas deste processo. “A ideia era que os alunos pudessem vivenciar as dinâmicas, os problemas, a busca por soluções, a construção da base de dados, o desenvolvimento e, por fim, a implementação da ferramenta”, revela Leandro. A proposta deu resultado. “O mais importante foi ver a satisfação estampada no rosto dos alunos ao perceberem que o software desenvolvido
por eles despertou o interesse do mercado externo”, diz.

Serviço:

Local: Senac Itapetininga
Endereço: Rua Dom Joaquim, 495 – Centro – Itapetininga/SP
Inscrições e informações: www.sp.senac.br/itapetininga

Comente